Regulamento 28º Prêmio

28º PRÊMIO ERNESTO ILLY DE QUALIDADE SUSTENTÁVEL DO CAFÉ PARA “ESPRESSO“ – BRASIL

Se preferir, baixe o regulamento em pdf clicando no botão abaixo:

Regulamento 28º

Introdução

ARTIGO 1 – O Prêmio Ernesto Illy de Qualidade Sustentável do Café para Espresso é realizado pela Experimental Agrícola do Brasil Ltda/illycaffè para incentivar o cafeicultor brasileiro na produção de café de fina qualidade para ‘espresso’ e promover a identificação de matéria-prima de qualidade para aquisição.

ARTIGO 2 – O Prêmio é concedido anualmente com o patrocínio da empresa promotora e sob supervisão de representantes da illycaffè Brasil e Itália.

ARTIGO 3 – O Prêmio é lançado no primeiro semestre de cada ano, divulgando-se amplamente o regulamento, bem como as condições de inscrição, objetivos, premiação e as regras para venda do café.

ARTIGO 4 – Poderão participar do Prêmio somente os produtores de café da espécie Coffea arabica, de bebida fina, preparado por via seca (café natural) ou por via úmida (cereja descascado ou despolpado), que preencham os requisitos mínimos do regulamento. NÃO SERÃO ACEITOS CAFÉS BRUNIDOS.

ARTIGO 5 – O 28º Prêmio Ernesto Illy de Qualidade Sustentável do Café para ‘Espresso’ contempla o Prêmio Nacional e o Prêmio Regional, para proporcionar maior estímulo e abrangência ao concurso, como segue:

• reconhecerá entre 2 finalistas regionais o primeiro colocado de cada Estado/região. Englobará dez Estados/Regiões, a saber: Espírito Santo; Minas Gerais – subdividido em Cerrado Mineiro, Chapada de Minas, Matas de Minas e Sul de Minas; região Centro-Oeste; região Norte/Nordeste; região Sul; Rio de Janeiro; e São Paulo. (Ver detalhes no Artigo 15)

• 28º Prêmio Ernesto Illy de Qualidade Sustentável do Café para Espresso – Nacional, que premiará 40 finalistas e, dentre eles, os 6 (seis) primeiros cafeicultores nacionais, sendo que os 3 (três) primeiros terão sua colocação anunciada em cerimônia do Prêmio Ernesto Illy Internacional, no Exterior.

• As amostras inscritas serão analisadas e concorrerão ao Prêmio Regional e Nacional.

Inscrição

ARTIGO 6 – Para concorrer, o produtor de café deverá fazer a inscrição preenchendo a(s) Ficha(s) de Inscrição, de UMA OU MAIS AMOSTRAS de café, mas somente a melhor selecionada pela Comissão Julgadora concorrerá ao Prêmio Regional e Nacional. Havendo um ou mais sócios na propriedade, a(s) amostra(s) inscrita(s) deve(m) ser feita(s) no CPF/NOME do responsável na receita estadual

ARTIGO 7 – As amostras inscritas no concurso deverão conter 1.600 gramas de café beneficiado, verdadeiramente representativas do lote, com nome do produtor, CPF, nome da propriedade, Município e Estado/Região produtora onde está a lavoura, quantidade de sacas e data, número da matrícula no Registro de Imóveis, endereço completo e dados do classificador que preparou as amostras.

ARTIGO 8 – As amostras inscritas deverão ser da safra corrente (2018/2019) representativas de um lote mínimo de 80 sacas e máximo de 1.000 sacas da espécie Coffea arabica, preparadas por via seca (café natural) ou por via úmida (cereja descascado ou despolpado), do tipo 3 para melhor (com no máximo 12 defeitos) de acordo com a tabela oficial brasileira de classificação, com bom aspecto, seca homogênea, teor de umidade máximo de 11% (o que representa 9,0% pela norma ISO 6673), nas peneiras 15 e acima, com no máximo 10% de vazamento de peneira 14 (não serão aceitas peneiras inferiores e cafés Mokas), com bebida fina e respeitar o menor limite máximo de resíduo (LMR) de agroquímicos permitido mundialmente e aceito pela illycaffè conforme descrito nos contratos de compra de café. Amostras fora destas características serão desclassificadas.

Entrega das Amostras e Prazo de Inscrição

ARTIGO 9 – As amostras de café deverão ser enviadas pelo produtor para o seguinte endereço:

Experimental Agrícola do Brasil Ltda
Rua Dr. Nicolau de Souza Queiroz, 518
Vila Mariana – CEP04105-001 São Paulo – SP
e-mail: compras@illy.com
www.clubeilly.com.br

ARTIGO 10 As amostras a serem inscritas no Prêmio Regional e Nacional deverão ser entregues no período de 04 de junho a 14 de setembro de 2018, no endereço designado no artigo 9. As amostras que chegarem fora desse prazo não serão analisadas para efeito do Prêmio.

PARÁGRAFO ÚNICO – Durante o período de análise das amostras do Prêmio Regional e Nacional, de 04 de junho a 14 de setembro de 2018 (período das inscrições), e no máximo até a data em que for aprovada a amostra enviada no ultimo dia das inscrições, o produtor poderá vender o lote inscrito e aprovado para a Experimental Agrícola do Brasil/illycaffè (desde que a mesma demonstre interesse), seguindo as normas e prazos de compra estipulados pela mesma.

As amostras verdadeiramente representativas dos lotes inscritos no Prêmio Regional e Nacional e entregues nos armazéns credenciados (Leme ou São Sebastião do Paraíso) serão encaminhadas por estes para a Experimental Agrícola do Brasil/illycaffè. Estas amostras serão analisadas e confrontadas com as amostras enviadas na inscrição, pela Comissão Julgadora, caso as mesmas sejam aprovadas.

Entrega dos Lotes

ARTIGO 11 – A confirmação da participação do cafeicultor no Prêmio Regional e Nacional dar-se-á por meio do preparo do lote inscrito, que deverá ser entregue no armazém de Leme ou São Sebastião do Paraíso.

Local para entrega do lote representativo das amostras enviadas para o Prêmio:

Todos os cafés do Estado de Minas Gerais deverão ser entregues em:

São Sebastião do Paraíso
Armazéns Gerais Peneira Alta Ltda.
Rodovia BR 265, km 639, 1505 – Subúrbio
37950-000 – São Sebastião do Paraíso, MG

Os cafés dos demais Estados deverão ser entregues em:

Leme
Cia. Leme de Armazéns
Via Anhanguera, km 186 – Prédio B.
13610-970 – Leme, SP

ARTIGO 12 – A Comissão Julgadora analisará uma amostra representativa do lote entregue e classificará o café quanto ao aspecto, à seca, à cor, à porcentagem de peneiras, ao tipo, teor de umidade, à torração e à qualidade da bebida, inclusive com degustação para ‘espresso’, sem qualquer identificação do produtor e da procedência do café em julgamento. Não serão aceitos defeitos, pretos verde, pretos e ardidos.

ARTIGO 13 – O cafeicultor deve comprometer-se, caso a amostra seja aprovada, antes da definição das amostras finalistas, a preparar o lote de no mínimo 80 (oitenta) sacas e no máximo 1.000 (mil) sacas), correspondente à amostra de OFERTA/PRÊMIO, bem como depositá-lo nos armazéns indicados pela Experimental (Leme ou São Sebastião do Paraíso) no prazo máximo de 10 dias, conforme estipulado nas regras de comercialização. O lote que não estiver preparado e colocado nos armazéns indicados acima, dentro do prazo estabelecido, será desclassificado.

ARTIGO 14 – A promotora do concurso Experimental Agrícola do Brasil/ illycaffè terá o direito de preferência de adquirir os lotes dos cafés. O preço do café a ser adquirido será o cotado no dia da negociação.

Premiação Regional e Nacional

ARTIGO 15 – O 28° Prêmio Ernesto Illy de Qualidade Sustentável do Café para Espresso – Regional consiste no reconhecimento das melhores amostras por Estado/Região, como segue:

Espírito Santo
Minas Gerais, subdividido em:
Cerrado Mineiro
Chapada de Minas
Matas de Minas
Sul de Minas
Região Centro-Oeste
Região Norte/Nordeste
Região Sul
Rio de Janeiro
São Paulo

PARÁGRAFO 1º – Todas as amostras serão recebidas pela Experimental Agrícola do Brasil/illycaffè. As amostras serão numeradas e enviadas, sem qualquer identificação, para a análise e avaliação da Comissão Julgadora, formada por especialistas da illycaffè.

PARÁGRAFO 2º – O processo de seleção das finalistas do 28° Prêmio Ernesto Illy – Regional se dará pela análise e escolha das melhores amostras finalistas por produtor inscrito.

PARÁGRAFO 3º – Dentre as amostras recebidas, serão escolhidas até 2 (duas) amostras finalistas em cada Estado/Região, desde que atendam os requisitos de qualidade descritos no Regulamento. Dentre os 2 produtores finalistas será escolhido o 1° colocado de seu Estado/Região (Prêmio Regional).

PARÁGRAFO 4º – No caso de um Estado/Região não conseguir inscrever amostras dentro dos padrões exigidos pelo Regulamento, não haverá vencedor neste Estado/Região.

PARÁGRAFO 5º – Os finalistas de cada Estado/Região, se houver, somente serão anunciados na festa de entrega do 28° Prêmio Ernesto Illy de Qualidade Sustentável do Café para Espresso, em local e data a serem definidos. Nessa ocasião, os vencedores regionais receberão o Prêmio Ernesto Illy Regional.

PARÁGRAFO 6º – Os finalistas regionais que forem contemplados com o Prêmio Nacional farão jus somente a um Diploma de Campeão ou Finalista Estadual/Regional. Somente os finalistas regionais que não se classificarem entre os 6 premiados nacionais receberão, além do diploma, um prêmio em dinheiro (ver artigo 20).

ARTIGO 16 – 28º Prêmio Ernesto Illy de Qualidade Sustentável do Café para Espresso – Nacional:

PARÁGRAFO 1º – As 40 amostras finalistas do Prêmio Nacional serão recodificadas e receberão uma nova numeração. A Comissão Julgadora fará uma nova avaliação de todas as amostras finalistas.

PARÁGRAFO 2º – A análise pontuará as duas melhores amostras de cada região dentre as 40 (quarenta) finalistas e determinará as 6 (seis) amostras premiadas no 28º Prêmio Ernesto Illy de Qualidade Sustentável do Café para Espresso – Nacional.

PARÁGRAFO 3º – Os três primeiros colocados nacionais do 28º Prêmio Ernesto Illy de Qualidade Sustentável do Café para Espresso – Nacional serão convidados a participar do Prêmio Ernesto Illy Internacional, em cerimônia que será realizada em data, país e cidade a serem definidos pela illycaffè.

Desclassificação

ARTIGO 17 – Serão desclassificadas as amostras que:

a) não apresentarem as características de qualidade exigidas pela promotora do concurso e divulgadas neste Regulamento;

b) desrespeitarem o menor limite máximo de resíduo (LMR) de agroquímicos permitido mundialmente e aceito pela illycaffè conforme descrito nos contratos de compra de café;

c) forem inscritas em Região que não corresponda ao local da propriedade de onde provém a amostra do café;

d) não possuírem ficha de inscrição e/ou a mesma não estiver devidamente preenchida e assinada.

Julgamento e Premiação

ARTIGO 18 – A Comissão Julgadora será presidida por um especialista brasileiro e integrada por 5 (cinco) degustadores sênior em café ‘espresso’, na fase inicial, e por especialistas sênior italianos, na fase final.

ARTIGO 19 – Os nomes dos primeiros colocados de cada Estado/Região do 28° Prêmio Ernesto Illy – Regional e dos seis premiados do 28° Prêmio Ernesto Illy – Nacional serão anunciados em abril de 2019, durante evento de entrega dos prêmios. Todos os finalistas receberão certificados atestando que foram classificados como finalistas do 28° Prêmio Ernesto Illy de Qualidade Sustentável do Café para Espresso – Regional ou Nacional, realizado pela Experimental Agrícola do Brasil/illycaffè.
PARÁGRAFO 1º – Os prêmios serão pagos somente para os produtores ou a quem tenha poderes específicos de representação para receber e dar quitação pelo pagamento do prêmio, firmados por escritura pública.

PARÁGRAFO 2º – Os nomes dos demais concorrentes serão mantidos em sigilo.

PARÁGRAFO 3º – Os cafeicultores finalistas e premiados permitem e autorizam, desde já, o uso de seu nome, imagem e som de voz na comunicação e divulgação (site, blog, filme, newsletter, revista, mídias sociais, etc) da Experimental Agrícola, illycaffè e do Prêmio, sem qualquer ônus para a empresa ou seus contratados.

PARÁGRAFO 4º – Cada finalista receberá um convite (com direito a um acompanhante) para o evento de entrega dos prêmios no Brasil.

ARTIGO 20 – O 28º Prêmio Ernesto Illy de Qualidade Sustentável do Café para Espresso concederá, a partir da decisão da Comissão Julgadora, a seguinte premiação:

28º Prêmio Ernesto Illy de Qualidade Sustentável do Café para Espresso – Regional

1º colocado de cada Estado/Região
Diploma de Campeão Estadual ou Regional + R$ 2.500,00, caso não
esteja contemplado entre os 6 premiados nacionais
2º colocado de cada Estado/Região
Diploma de finalista Estadual ou Regional + R$ 2.000,00

28º Prêmio Ernesto Illy de Qualidade Sustentável do Café para Espresso – Nacional

1º ao 3º colocados …… R$ 10.000,00
4º ao 6º colocados …… R$ 3.000,00

Serão premiados 6 (seis) cafeicultores nacionais no 28º Prêmio Ernesto Illy de Qualidade Sustentável do Café para Espresso – Nacional. Os três primeiros receberão R$ 10.000,00 cada e uma viagem ao exterior com acompanhante, onde participarão do Prêmio Ernesto Illy Internacional e ficarão sabendo de sua real colocação dentre os três primeiros. Os cafeicultores premiados na 4º à 6º colocação receberão R$ 3.000,00 e um diploma com sua colocação. Os demais finalistas nacionais receberão o valor de R$ 1.500,00, além do certificado.

Condições Gerais

ARTIGO 21 – É vedada a participação no Prêmio aos membros da Comissão Organizadora (ADS), aos membros da Comissão Julgadora, do Grupo Técnico, da Experimental Agrícola, da illycaffè, bem como a qualquer empresário que não seja produtor de café.

ARTIGO 22 – Este concurso é regido pelo artigo 3º da Lei nº 5768/71.

ARTIGO 23 – As decisões da Comissão Julgadora serão finais e irrecorríveis, cabendo aos participantes, ao assinar a Ficha de Inscrição, a concordância plena com as condições gerais de participação estipuladas neste Regulamento.

INSCREVA-SE

Voltar para o Topo